Subscribe

RSS Feed (xml)

Powered By

Skin Design:
Free Blogger Skins

Powered by Blogger

segunda-feira, 30 de junho de 2008

A sabedoria de lidar com pessoas que pensam diferente


II Tm 2.14-16 - “Continue a lembrar essas coisas a todos, advertindo-os solenemente diante de Deus, para que não se envolvam em discuções acerca de palavras; isso não traz proveito, e serve apenas para perverter os ouvinetes. Procure apresentar-se a Deus aprovado, como obreiro que não tem do que se envergonhar e que maneja corretamente a palavra da verdade

Vs 23 – “Evite as controvérsias tolas e inúteis, pois você sabe que acabam em brigas. Ao servo do Senhor não convém brigar mas, sim, ser amável para com tudos, apto para ensinar, paciente. Deve corrigir com mansidão os que se lhe opoem, na espernaça de que Deus lhes conceda o arrependimento, levando-os ao conhecimento da verdade, para que assim voltem à sobriedade e escapem da armadilha do Diabo, que os aprisionou para fazerem a sua vontade.”


Não se envolvam em discuções acerca de palavras – A beleza do ser humano, é que ele pensa, pondera sobre assuntos e chega a suas conclusões. A sabedoria divina está manifestada na diversidade. A capacidade que o ser humano tem de ser tão diferente um ao outro ao mesmo tempo que é tão igual é a manifestação da grande sabedoria Divina na criação de um ser tão peculiar.
Paulo neste texto alerta a não se envolver em discuções acerca de palavras, ou seja, de pensamentos diferentes, formas de pensar que se opõem.
Alguns creem que podem falar em linguas, outros já não, alguns creem que serão arrebatados depois da grande tribulação, outros antes e outros ainda preferem não falar sobre isso. Uns creem que o leite faz bem para o desenvolvimente cognitivo e que fortalece ossos e dentes, já outros creem que o leite é para ser tomado só no tempo da amamentação. Falar sobre o assunto é válido, contudo é preciso ter sabedoria para não cair em discuções que acabam brigas e em desentendimentos.
Evite as controvérsias tolas e inúteis, pois você sabe que acabam em brigas

Ao servo do Senhor não convém brigar mas, sim, ser amável para com todos, apto para ensinar, paciente. Deve corrigir com mansidão os que se lhe opoem, na esperança de que Deus lhes conceda o arrependimento, levando-os ao conhecimento da verdade, para que assim voltem à sobriedade e escapem da armadilha do Diabo, que os aprisionou para fazerem a sua vontade

Paulo também chama a atenção para os que ensinam falsamente a Palavra de Deus, a estes se deve confrontar com amabilidade, mansidão, paciencia e principalmente esperança.

Amabilidade – Conquista a pessoa para ouvir

Apto para ensinar – dá a pessoa segurança de que vai ouvir algo de firme fundamento. Aqui vale salientar a necessidade do servo do Senhor estar sempre se aprofundando na Palavra de Deus e vivê-la junto com os irmãos em Cristo conforme o versículos 15 e 22 – “Procure apresentar-se a Deus aprovado, como obreiro que não tem do que se envergonhar e que maneja corretamente a palavra da verdade (...)e siga a justiça, a fé, o amor e a paz, com aqueles que, de coração puro invocam o Senhor”.

Mansidão e paciencia – fazem a pessoa permanecer ouvindo

Esperança – Deve-se sempre ter em mente que não sou eu quem vai convencê-lo, de que eu sou somente uma possível ferramenta de Deus para convencê-lo da verdade. Paulo diz que é Deus quem concede o arrependimento, que é Ele ainda Quem conduz a pessoa ao conhecimento da verdade e deixem de fazerem a vontade do diabo.

Quero encerrar com as palavras de Paulo a Timóteo no vs 14 e 15.
Continue a lembrar essas coisas a todos (...) Procure apresentar-se a Deus aprovado, como obreiro que não tem do que se envergonhar e que maneja corretamente a palavra da verdade”.

Que essas palavras ecoem em seu coração para que assim pratique!

Espero ter edificado galera. Deus abençoe vocês grandemente!

Nenhum comentário:

Postar um comentário